Estamos haciendo la traducción de lo site QuintalPavos

Pavão Azul

Casal de Muticus imperator

Originário da Índia o Pavão Azul é, sem dúvida, o Pavão mais conhecido e mais difundido pelo Mundo. É também aquele que existe em maior número no estado selvagem.  Ao longo dos anos os Pavões Azuis sofreram várias mutações responsáveis pelo surgimento de cores e padrões distintos dos da estirpe selvagem (Pavão Azul).

Em genética e biologia, uma mutação é uma alteração ou modificação na informação genética (genótipo) de um ser vivo e que, por isso, vai produzir uma alteração das características que se apresentam súbita e espontaneamente, podendo-se transmitir ou herdar à descendência. Este é também um dos processos naturais que ao longo dos anos tem sido responsável pela evolução e diversificação das espécies.

As mutações que têm surgido nos Pavões têm sido mantidas e trabalhadas por criadores experientes, e por isso, hoje existe uma grande diversidade de cores e padrões dentro da espécie Pavo cristatus.

A grande maioria das mutações são recessivas, o que justifica em parte, que no estado selvagem predominem os fenótipos dominantes. Nos Pavões e relativamente às suas mutações, existem dois fenótipos dominantes, o do Pavão Azul e o do Pavão Verde, as duas espécies que vivem no estado selvagem (estirpes selvagens). As características destes dois fenótipos, são o resultado de um longo processo evolutivo, que lhes permitiu uma perfeita adaptação ao seu habitat natural, basicamente, uma plumagem atractiva para a corte e que ao mesmo tempo lhes serve de camuflagem como forma de evitar os predadores. Um Pavão Branco, no seu habitat natural, facilmente é detectado pelos predadores e também tem uma probabilidade muito pequena de encontrar outro Pavão da mesma cor, para com ele se reproduzir e perpetuar os seus genes mutantes responsáveis pela cor branca. Estes são alguns dos motivos pelos quais, não encontramos mutações de Pavões no estado selvagem. As distintas mutações de Pavões criadas em cativeiro não são por isso, nenhum produto de manipulação genética, mas sim o resultado de um fenómeno natural ao qual o homem tem estado atento. Um trabalho de selecção e de cruzamentos orientados tem sido a chave para a preservação e por vezes para a descoberta de Pavões com cores e padrões distintos dos da estirpe selvagem.

No Quintalpavos, a grande maioria dos nossos Pavões Azuis são portadores de outras cores, são geneticamente heterozigóticos, ou seja, potenciam o nascimento de Pavões com cores distintas das dos seus progenitores..

 

 
Português (pt-PT)Español(Spanish Formal International)English (United Kingdom)